Rally Dakar - Can-Am Maverick X3, o campeão dos UTVs pelo 2º ano consecutivo
Veículo assinado pela BRP é o grande destaque da categoria SxS e domina as 17 primeiras posições da classificação geral
Publicada em 18/1/2019.

Lima (Peru) - O Can-Am Maverick X3 venceu pelo segundo ano consecutivo a disputa para UTVs (SxS) no Rally Dakar. O veículo side-by-side assinado pela BRP foi o grande destaque da 41ª edição do maior rali do mundo, dominando as 17 primeiras posições da classificação geral. A prova teve fim nesta quinta-feira (17), em Lima, após mais de cinco mil quilômetros percorridos em 10 etapas no Peru - incluindo cerca de três mil quilômetros de trechos cronometrados.

O Can-Am Maverick X3 representou quase 80% do grid dos UTVs no Rally Dakar 2019, formado por competidores de 61 países, o que reforça a liderança global da Can-Am no segmento. Após o título dos brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, em 2018, os vencedores foram os chilenos Francisco Contardo e Álvaro Quintanilla. Dos 20 UTVs que completaram o desafio, 19 são fabricados pela marca canadense.

“Os vencedores estão de parabéns. Esta incrível vitória e o fato de que muitas equipes escolheram o Can-Am Maverick X3 para conquistar o maior e mais duro rali do mundo destacam a busca incansável pela inovação da BRP e da Can-Am, que oferece os melhores produtos da categoria”, disse Olivier Camus, diretor global de marketing da área off-road da Can-Am. “Para nós, a corrida é um campo de testes para criar a melhor experiência possível para nossos consumidores.”

Desde o seu lançamento, em agosto de 2016, o veículo Can-Am Maverick X3 conquistou muitas vitórias no circuito de competições, ganhando quatro grandes campeonatos na América do Norte e diversas corridas em outras partes do mundo - como o Rally Dakar, na América do Sul, o Rally Merzouga, na África, e o Rally dos Sertões, no Brasil.

“É excelente o veículo Can-Am Maverick X3 vencer pelo segundo ano consecutivo a categoria para UTVs no Rally Dakar, a corrida mais difícil do mundo. É um feito notável”, continuou. “Representa uma demonstração clara de que temos uma plataforma líder de mercado que permitirá aos consumidores e pilotos conquistarem o terreno mais desafiador que se possa imaginar. Parabéns a todos os pilotos e obrigado por escolherem o Can-Am Maverick X3”, concluiu Camus.

Sobre a BRP - A BRP é líder global no segmento de veículos motorizados esportivos, sistemas de propulsão e embarcações construídos em mais de 75 anos de capacidade inventiva e foco intensivo no consumidor. O portfólio do grupo canadense é formado por produtos e marcas líderes de mercado, o que inclui as motos de neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos on-road e off-road da Can-Am, os barcos Alumacraft e Manitou e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP apresenta como apoio a sua linha de produtos o suporte completo em peças, acessórios e vestuário, para aprimorar ainda mais a experiência do consumidor. Com vendas anuais de US$ 4,5 bilhões em mais de 100 países, o grupo conta com força de trabalho global composta por cerca de 10.350 pessoas motivadas e engenhosas.

www.brp.com
@BRPNews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Alumacraft, Manitou, Maverick X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas registradas são de propriedade de seus respectivos proprietários.

 

 


Brasileiros Reinaldo Varela (à esquerda) e Gustavo Gugelmin na segunda etapa do Campeonato Mundial de Rally Cross Country 2019, nos Emirados Írabes Unidos
Crédito: MCH Photography

Brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin na segunda etapa do Campeonato Mundial de Rally Cross Country 2019, nos Emirados Írabes Unidos
Crédito: MCH Photography