Rally Dakar - Espanhol do Monster Energy Honda Team segue na liderança das motos
Joan Barreda é o destaque da categoria com a motocicleta Honda CRF450 Rally
Publicada em 8/1/2019.

Terceiro colocado na etapa realizada nesta terça-feira (8), Joan Barreda se manteve na ponta da classificação geral da categoria para motocicletas do 41º Rally Dakar. Seu companheiro de time Ricky Brabec liderou todo o trecho cronometrado mas, no final, cedeu a vitória a Mathias Walkner por ínfimos 22 segundos. Kevin Benavides, José Ignacio Cornejo e Paulo Gonçalves adotaram ritmos menos agressivos, levando suas CRF450 Rally a concluir a etapa na 8ª, 10ª e 11ª colocações, respectivamente.

A segunda jornada do Rally Dakar viu os pilotos do Monster Energy Honda Team Joan Barreda e Ricky Brabec lutarem duro pela vitória e foi por muito pouco que este objetivo não foi alcançado. Mesmo assim, ambos conseguiram manter as posições conseguidas no dia inaugural da competição, com Barreda ocupando a liderança do Dakar e Brabec no 3º lugar da classificação geral.

A etapa foi considerada muito rápida, já que apenas 20% do percurso do dia foi formado por dunas. Como previsto excepcionalmente nesta etapa, a categoria motos largou depois da categoria para carros e para UTVs, o que poderia ter piorado ainda mais as já difíceis condições do terreno. Todavia, as motos superaram os 342 km do trecho cronometrado sem muitos problemas, chegando ao acampamento depois de 554 km de percurso total incluindo os trechos de deslocamento.

Ricky Brabec esteve muito perto da vitória nesta etapa, tendo transitado em primeiro lugar em todos os “waypoints”, cedendo a ponta no trecho derradeiro da etapa por meros 22 segundos para Mathias Walkner, vencedor do Dakar em 2018, com quem duelou durante todo o dia. Joan Barreda, que venceu a primeira etapa disputada na segunda-feira, teve a dificuldade suplementar de abrir a etapa, condição mais difícil pela falta de referências mas, mesmo assim, obteve uma excelente 3ª colocação a 1min41s do vencedor do dia.

Neste segundo dia do Rally Dakar 2019, os cinco pilotos do Monster Energy Honda Team mantiveram suas posições na classificação geral conquistadas na jornada de abertura da competição. Kevin Benavides foi o oitavo na etapa e está em oitavo na classificação geral. José Ignacio Cornejo, o “Nacho”, foi décimo no dia e manteve-se em nono na geral enquanto Paulo Gonçalves repetiu o 11º lugar do dia de abertura, mesma posição que ocupa na classificação geral.

Para a etapa desta quarta-feira, terceiro dia do Rally Dakar, os competidores deixarão San Juan de Marcona rumo a Arequipa, cumprindo a mais longa etapa da competição antes do dia de descanso. Serão 331 km de trecho cronometrado para um total de 799 km de percurso.

Joan Barreda (3º lugar na segunda etapa / 1º lugar na classificação geral das motos)
“Dias como a segunda etapa são realmente importantes. Largar em primeiro entre as motos faz com que ganhar a etapa seja mais difícil. Ser a primeira moto a passar pelo roteiro sem cometer erros é complicado. Porém, este tipo de condição pode permitir avanços. No início estava receoso em seguir os rastros, mas quando cheguei à praia percebi que estavam me alcançando. Aumentei o ritmo seguindo os rastros e ao final considerei minha etapa perfeita.”

Ricky Brabec (2º lugar na segunda etapa / 3º lugar na classificação geral das motos) 
“A segunda etapa foi incrível, em terreno mais ou menos parecido com o que estou acostumado a treinar: pistas rápidas, muitas pedras, fesh-fesh e algumas dunas. Tive um dia divertido e na maior parte do tempo rodei ao lado de Pablo Quintanilla. Vamos ver o que acontecerá na terceira etapa. Ser terceiro na classificação geral não é tão bom, preciso ir mais para a frente. Vamos ver o que consigo fazer.”

Kevin Benavides (8º lugar na segunda etapa / 8º lugar na classificação geral das motos)
“Minha ideia hoje era manter a posição, não atacar. Com os carros largando na nossa frente achava que seria uma etapa perigosa e não me senti à vontade para abrir o acelerador, preferindo me preservar já que falta muita corrida pela frente. Estou bem e pronto para atacar quando chegar a hora certa.”

José Ignacio Cornejo (10º lugar na segunda etapa / 9º lugar na classificação geral das motos)
“Foi uma etapa rápida e sair depois dos carros fez com que o terreno estivesse muito mexido, com pedras soltas, o que exigiu mais cuidado. A intenção nestes primeiros dias é não arriscar muito, manter a posição e ir melhorando. Estou motivado para os próximos dias.”

Paulo Gonçalves (11º lugar na segunda etapa / 11º lugar na classificação geral das motos)
“Uma etapa mais longa, 300 km, com os carros saindo na frente, muito fesh-fesh e poeira. Mesmo assim consegui ultrapassar alguns carros e ao final terminei sem problemas, mantendo um ritmo tranquilo para não cometer erros. Mais um dia terminado e isso me deixa contente.”

Raul Castells – MONSTER ENERGY HONDA TEAM MANAGER
“Estamos satisfeitos com o desenrolar da segunda etapa. Barreda abriu o trecho cronometrado muito bem, mantendo-se entre os primeiros e terminando na terceira posição. Brabec fez uma excelente etapa e mesmo não sendo muito experiente no Dakar está indo muito bem. Benavides hoje não estava muito à vontade especialmente com a traseira de sua CRF450 Rally, que vamos tentar ajustar para fazê-lo se sentir melhor ao guidão. Paulo ainda não quis se arriscar para ver qual é seu limite físico, mas nos próximos dias irá aumentar o ritmo cada vez mais. Já Nacho está indo bem, terminando entre os dez primeiros. Vamos tentar seguir assim.”

DAKAR 2019
8 de janeiro de 2019 - terça-feira
2º ETAPA - Resultado


1 - WALKNER Mathias - #1 - AUT - Red Bull KTM Rally Factory Team - KTM - 3h21’57
2 - BRABEC Ricky - #15 - EUA - Monster Energy Honda Team - Honda - +0’22
3 - BARREDA Joan - #5 - ESP - Monster Energy Honda Team - Honda - +1’41

4 - PRICE Toby - #3 AUS - Red Bull KTM Rally Factory Team - KTM - +03'06
5 - QUINTANILLA Pablo - #6 - CHI - Rockstar Energy Husqvarna Factory - Husqvarna - +03'24
6 - SUNDERLAND Sam - #14 - GBR - Red Bull KTM Rally Factory Team - KTM - +06'03
7 - VAN BEVEREN Adrien - #4 - FRA - Yamalube Yamaha Official Rally Team - Yamaha - +09'03
8 - BENAVIDES Kevin - #47 - ARG - Monster Energy Honda Team - Honda - +09'59
9 - SHORT Andrew - #29 - EUA - Rockstar Energy Husqvarna Factory - Husqvarna - +12'25
10 - CORNEJO José - #10 - CHI - Monster Energy Honda Team - Honda - +13'43
11 - GONCALVES PAULO - #2 - POR - Monster Energy Honda Team - Honda - +14'12

DAKAR 2019
8 de janeiro de 2019 – terça-feira
CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS A 2ª ETAPA

1 - BARREDA Joan - #5 - ESP - Monster Energy Honda Team - Honda - 4h23'14
2 - WALKNER Matthias - #1 - AUT - Red Bull KTM Rally Factory Team - KTM - +01'31
3 - BRABEC Ricky - #15 - EUA - Monster Energy Honda Team - Honda - +01'33
4 - QUINTANILLA Pablo - #6 - CHI - Rockstar Energy Husqvarna Factory - Husqvarna - +03'17
5 - PRICE TOBY - #3 - AUS - Red Bull KTM Rally Factory Team - KTM - +04'56
6 - SUNDERLAND Sam - #14 - GBR - Red Bull KTM Rally Factory Team - KTM - +07'18
7 - VAN BEVEREN Adrien - #4 - FRA - Yamalube Yamaha Official Rally Team - Yamaha - +10'19
8 - BENAVIDES Kevin - #47 - ARG - Monster Energy Honda Team - Honda - +12'18
9 - CORNEJO José - #10 - CHI - Monster Energy Honda Team - Honda - +17'24
10 - SHORT Andrew - #29 - EUA - Rockstar Energy Husqvarna Factory - Husqvarna - +17'37
11 - GONCALVES Paulo - #2 - POR - Monster Energy Honda Team - Honda - +19'22. 


 

 


Tunico Maciel, da Honda Racing, na etapa de abertura do Brasileiro de Enduro de Regularidade em Prado (BA)
Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press

Dário Júlio, da Honda Racing, na etapa de abertura do Brasileiro de Enduro de Regularidade em Prado (BA)
Crédito: Janjão Santiago/Mundo Press