Brasileiro de Motocross - Honda Racing vai a Goiás para a sexta etapa
Equipe acelera por vitórias com os pilotos Jetro Salazar, Hector Assunção, Lucas Dunka e Leo Souza; Corridas têm entrada franca em Morrinhos, neste fim de semana (15 e 16)
Publicada em 12/9/2018.

São Paulo (SP) – A cidade de Morrinhos, localizada a 130 quilômetros da capital Goiânia, em Goiás, está em contagem regressiva para receber as feras do Campeonato Brasileiro de Motocross. Válida pela sexta etapa do calendário, a prova será realizada neste fim de semana (15 e 16 de setembro) e tem acesso livre ao público. A Honda Racing está confirmada no desafio, com os pilotos Jetro Salazar e Hector Assunção, na categoria MX1, e Lucas Dunka e Leo Souza, na MX2.

A equipe também busca as primeiras posições da classe MX Elite, que reúne os mais rápidos da competição. As disputas terão como palco a pista de 1300 metros de extensão, 24 obstáculos e 14 curvas do Motódromo Municipal. O evento integra a programação de comemoração aos 136 anos de emancipação de Morrinhos e coloca em jogo valiosos pontos. Em sua reta final, o Brasileiro de Motocross 2018 possui oito etapas e é patrocinado pela Honda.

Campeão brasileiro na MX1 em 2016, Jetro Salazar está de olho em mais títulos. O equatoriano ocupa a vice-liderança da categoria MX Elite, a dois pontos do português Paulo Alberto, e é o terceiro colocado da MX1 (a 15 pontos do líder, o espanhol Carlos Campano). Salazar acelera a motocicleta Honda CRF 450R.

“O meu foco nesta e nas etapas finais é a vitória. Conseguir o melhor desempenho é muito importante para continuar na briga pelos títulos”, disse o piloto. Para ele, iniciar as corridas de forma consistente é uma das estratégias. “A largada é a hora em que é possível ultrapassar a maior quantidade de pilotos, por isso é um momento tão importante na corrida”, acrescentou Salazar.

Pela MX2, a catarinense Lucas Dunka quer repetir o resultado obtido na etapa anterior, disputada em Extrema (MG), onde conquistou a primeira vitória da carreira na categoria. “Eu me dediquei muito para conseguir a vitória. Vi que trabalhar duro compensa e agora quero voltar a vencer para entrar de vez na briga pelo título - e quem sabe, sair com o troféu de campeão no final da temporada.”

Dunka é o terceiro colocado da categoria MX2 com a motocicleta Honda CRF 250R. A equipe Honda Racing de Motocross conta com o patrocínio de Honda, Alpinestars, Bell, D.I.D e Mobil.

Campeonato Brasileiro de Motocross - 6ª etapa
Base do evento: Motódromo Municipal, em Morrinhos (GO)
Entrada gratuita

Programação*

Sábado - 15/9
Treinos Livres
Das 8h05 às 8h35 - MX1
Das 8h40 às 9h - MX3
Das 9h05 às 9h35 - MX2 / MX2JR
Das 9h40 às 9h55 - MXF
Das 10h às 10h15 - 50cc
Das 10h20 às 10h40 - MXJR
11h às 11h15 - 65cc

Treinos Cronometrados
Das 12h25 às 12h55 - MX1
Das 13h00 às 13h20 - MX3
Das 13h25 às 13h55 - MX2 / MX2JR
Das 14h00 às 14h15 - MXF
Das 14h20 às 14h35 - 50cc
Das 14h40 às 15h - MXJR
Das 15h20 às 15h35 - 65cc

Provas
16h - MX3 (20 minutos + 2 voltas)
16h40 - MXF (15 minutos + 2 voltas)
17h30 - Pódio das categorias MX3 e MXF

Domingo - 16/9
Warm-up
Das 8h às 8h15 - MX1
Das 8h20 às 8h35 - MX2 / MX2Jr
Das 8h40 às 8h50 - 65cc
Das 9h10 às 9h20 - MXJr
Das 9h35 às 9h35 - 50cc

Provas
10h - 65cc (15 min + 2 voltas)
10h30 - Pódio da categoria 65cc
11h20 - MX2 / MX2JR (30 minutos + 2 voltas)
12h10 - 50cc (15 min + 2 voltas)
13h - MX1 (30 minutos + 2 voltas)
14h30 - MXJR (20 minutos + 2 voltas)
15h - Pódio das categorias MX2JR / MXJR e 50cc
15h30 - Elite MX (pilotos mais bem classificados da MX1 e da MX2 - 30 minutos + duas voltas)
16h10 - Pódio das categorias Elite MX, MX1 e MX2.

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.


Gabriel Soares, o Tomate, piloto da equipe Honda Racing de Enduro FIM, durante a sexta e última etapa da Copa EFX Brasil, em Mauá (SP)
Crédito: Renato Fernandes/Mundo Press

Júlio Ferreira, piloto da equipe Honda Racing de Enduro FIM, durante a sexta e última etapa da Copa EFX Brasil, em Mauá (SP)
Crédito: Renato Fernandes/Mundo Press