Rally dos Sertões - Tunico Maciel conquista título inédito das motocicletas
Com a vitória do piloto mineiro a bordo da CRF 450RX, equipe Honda Racing comemora o tetracampeonato no principal desafio off-road nacional; Maciel também confirma a taça da Production Aberta
Publicada em 25/8/2018.

Fortaleza (CE) - O piloto Tunico Maciel é o grande campeão das motocicletas no 26º Rally dos Sertões. Após sete dias e 3.601 quilômetros percorridos a bordo da moto Honda CRF 450RX, sendo 2.059 de trechos cronometrados, o mineiro conquistou neste sábado (25) a taça inédita com 31min37seg de vantagem sobre o segundo colocado, o catarinense Ricardo Martins. O resultado representa o quarto título seguido da Honda Racing no principal desafio do calendário off-road nacional.

A equipe tem mais motivos para comemorar na rampa de chegada em Fortaleza (CE). Além do título geral da motos, Maciel confirmou vitória na Production Aberta, enquanto Júlio “Bissinho” Zavatti foi o campeão da classe Rally Brasil e da categoria especial Brasil - CRF 230cc. O paulista acelerou a moto Honda CRF 230F e ainda alcançou a nona posição na tabela geral das motocicletas.

Na sétima e última etapa da prova, realizada neste sábado (25) entre Juazeiro do Norte (CE) e a capital cearense, Tunico Maciel consolidou a vitória ao concluir a especial no segundo lugar - foram três vitórias em sete etapas, no total. O dia somou 656 km, sendo 200 km de especiais. A conquista do Rally dos Sertões é um sonho realizado para o piloto, que em 2015 tinha sido campeão pela categoria Marathon. 

"Estou muito feliz, batalhei muito para estar aqui, foram sete dias bem longos, difíceis. Nem sei explicar a sensação que estou sentindo, acho que a ficha ainda não caiu", afirmou o mineiro. "Agora que venham os próximos desafios. Vou treinar mais, me dedicar mais e, se Deus quiser, este vai ser o primeiro de muitos títulos que ainda vou conquistar no Sertões."

Bissinho assegurou o tetracampeonato da carreira na classe Rally Brasil e na categoria especial Brasil – CRF 230cc, destinadas a pilotos que competem com motocicletas de fabricação nacional.

"Cada título é uma emoção. E esse é uma emoção a mais porque eu venho conquistando há alguns anos o título da mesma categoria com a Honda CRF 230F, que é uma moto surpreendente, que mostrou para o Brasil todo que tem um potencial enorme", afirmou o piloto paulista. "Estou contente demais e quero dar continuidade no meu trabalho, seguir em frente e conquistar novos títulos com a Honda Racing."

A equipe Honda Racing também foi destaque na categoria Super Production, com o vice-campeonato de Gregório Caselani. O gaúcho finalizou a disputa geral das motocicletas em terceiro lugar.

"Foi uma prova dura desde o começo e na quinta etapa estava tudo meio resolvido. O Tunico já estava liderando com uma boa vantagem, eu em terceiro já não tinha muito o que fazer, não dependia só de mim. Então, abracei a missão de ajudá-lo nas etapas finais. Estou feliz demais pelo título dele e da equipe Honda", disse o gaúcho.

O heptacampeão da prova e maior vencedor das motos Jean Azevedo, por sua vez, saiu da briga pelo título das motos no quarto dia de disputa. Apesar disso, seguiu na prova e acabou vencendo a última etapa.

O 26º Rally dos Sertões teve início em Goiânia (GO), no dia 19 de agosto, e passou por caminhos da Bahia e do Piauí antes de chegar no Ceará. A prova também reuniu quadriciclos, UTVs e carros.

A equipe Honda Racing de Rally Cross Country conta com o patrocínio da Honda, Michelin, Mobil, D.I.D correntes.

Classificação final após sete etapas (extraoficial)

Classificação geral - Motocicletas
1 - Tunico Maciel - 27:24:40 - Honda CRF 450RX
2 - Ricardo Martins - 27:56:17
3 - Gregorio Caselani - 28:27:51 - Honda CRF 450RX
4 - Mário Marchiori - 29:07:37
5 - Túlio Malta - 29:09:14
9 - Júlio "Bissinho" Zavatti - 30:18:20 - Honda CRF 230F

Categoria Super Production
1 - Ricardo Martins - 27:56:17
2 - Gregorio Caselani - 28:27:51 - Honda CRF 450RX
3 - Wagner Jovenal - 36:15:50
4 - Moara Sacilotti - 37:11:34
5 - Tiago Fantozzi - 46:09:11

Categoria Production Aberta
1 - Tunico Maciel - 27:24:40 - Honda CRF 450RX
2 - Mário Marchiori - 29:07:37
3 - Luciano Gomes - 29:19:25
4 - Elias Folly - 29:22:18
5 - Vítor Closs - 29:39:42

Categoria Rally Brasil
1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 30:18:20 - Honda CRF 230F
2 - Álvaro Amarante - 31:10:11
3 - Cristiano Teixeira - 32:24:05
4 - Sandro Conci - 33:53:14
5 - Janaína Souza - 35:02:49

Categoria especial Brasil - CRF 230cc
1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 30:18:20 - Honda CRF 230F
2 - Álvaro Amarante - 31:10:11
3 - Cristiano Teixeira - 32:24:05
4 - Sandro Conci - 33:53:14
5 - Janaína Souza - 35:02:49

Rally dos Sertões - 7ª etapa (resultados extraoficiais)

Classificação geral - Motocicletas
1 - Jean Azevedo - 3:12:43 - Honda CRF 450RX
2 - Tunico Maciel - 3:13:13 - Honda CRF 450RX
3 - Ricardo Martins - 3:16:44
4 - Gregorio Caselani - 3:19:09 - Honda CRF 450RX
5 - Mário Marchiori - 3:21:09
7 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 3:22:40 - Honda CRF 230F

Categoria Super Production
1 - Jean Azevedo - 3:12:43 - Honda CRF 450RX
2 - Ricardo Martins - 3:16:44
3 - Gregorio Caselani - 3:19:09 - Honda CRF 450RX
4 - Wagner Jovenal - 4:28:54
5 - Moara Sacilotti - 5:30:00Categoria Production Aberta

Categoria Production Aberta
1 - Tunico Maciel - 3:03:14 - Honda CRF 450RX
2 - Mário Marchiori - 3:21:09
3 - Elias Folly - 3:22:50
4 - Luciano Gomes - 3:23:57
5 - Vítor Closs - 3:24:25

Categoria Rally Brasil
1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 3:22:40 - Honda CRF 230F
2 - Álvaro Amarante - 3:24:33
3 - Cristiano Teixeira - 3:32:162
4 - Sandro Conci - 3:38:29
5 - Rafael Paschoalin - 3:45:42

Categoria especial Brasil - CRF 230cc
1 - Júlio “Bissinho” Zavatti - 3:22:40 - Honda CRF 230F
2 - Álvaro Amarante - 3:24:33
3 - Cristiano Teixeira - 3:32:162
4 - Sandro Conci - 3:38:29
5 - Líbera Costabeber - 3:46:10


Gabriel Soares, o Tomate, piloto da equipe Honda Racing de Enduro FIM, durante a sexta e última etapa da Copa EFX Brasil, em Mauá (SP)
Crédito: Renato Fernandes/Mundo Press

Júlio Ferreira, piloto da equipe Honda Racing de Enduro FIM, durante a sexta e última etapa da Copa EFX Brasil, em Mauá (SP)
Crédito: Renato Fernandes/Mundo Press