Brasileiros prontos para a largada do Rally Merzouga, Marrocos
Bruno Varela e Gustavo Gugelmin, o navegador atual campeão do Rally Dakar, enfrentam mais de mil quilômetros a bordo do UTV Can-Am Maverick X3
Publicada em 14/4/2018.

Merzouga (Marrocos) – O piloto paulista Bruno Varela e o navegador catarinense Gustavo Gugelmin, atual campeão do Rally Dakar, estão prontos para representar o Brasil no 8º Rally Merzouga. A prova tem início neste domingo (15) com o prólogo na região de Erfoud, no Marrocos. Em cinco dias de disputas, o desafio traz as famosas dunas de Merzouga. A dupla está de olho no título dos UTVs e irá percorrer 1159 quilômetros a bordo do veículo Can-Am Maverick X3, incluindo 908 de especiais (trechos cronometrados).

O Rally Merzouga tem sabor especial para os brasileiros. Será a estreia de Gugelmin nas areias do Marrocos e Bruno Varela, campeão dos UTVs no Rally dos Sertões 2017, disputará pela primeira vez um evento internacional. Ele é filho do renomado piloto Reinaldo Varela, vencedor dos UTVs no Dakar 2018 ao lado de Gugelmin com o mesmo veículo, preparado pela equipe South Racing Can-Am.

“Estou bastante ansioso para o início do rally. Fizemos dois treinos intensos nas dunas, nos últimos dias, e está tudo pronto”, contou Bruno Varela. “O Can-Am Maverick X3 foi feito para as dunas, o veículo já mostrou isso com o desempenho vencedor no Rally Dakar 2018. Tenho muita confiança no UTV, no Gugelmin como navegador e na nossa equipe, que possui estrutura de ponta”, continuou.

Como a organização do Rally Merzouga é a mesma do Rally Dakar, Gugelmin já está habituado às planilhas de navegação. “Vamos passar por regiões inóspitas e vários tipos de terreno, a prova sem dúvidas será um duro teste para competidores e máquinas. Podemos dizer que o Rally Merzouga é um ‘mini’ Dakar”, concluiu o catarinense.

A equipe South Racing Can-Am também estará em ação com Ruben Faria/Pedro Velosa e Andre Villas-Boas/Gonçalo Magalhães, de Portugal, Casey Currie, dos Estados Unidos, e Marcin Lukaszewski/Dahanik Persson Magdalena, da Polônia. Todos aceleram o UTV Can-Am Maverick X3.

Sobre a BRP – A BRP (TSX: DOO) é líder global em design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e comercialização de veículos de propulsão e sistemas de propulsão. O seu portfólio inclui motos de neve Ski-Doo e Lynx, embarcações Sea-Doo, veículos Can-Am off-road e Spyder, sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP suporta sua linha de produtos com um negócio de peças, acessóios e roupas dedicados. Com vendas anuais de CA $ 4,2 bilhões em mais de 100 países, a BRP emprega aproximadamente 8 700 pessoas em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPnews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Spyder e o logotipo da BRP são marcas comerciais da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos proprietários.


O piloto Maurício Pena Rocha, a bordo do Can-Am Maverick X-3, em ação no Rally dos Amigos, última etapa do Brasileiro de Rally Baja, neste sábado (8), em Barra Bonita (SP)
Crédito: Doni Castilho/DFotos/Mundo Press

O piloto Bruno Varela, a bordo do Can-Am Maverick X-3, em ação no Rally dos Amigos, última etapa do Brasileiro de Rally Baja, neste sábado (8), em Barra Bonita (SP)
Crédito: Doni Castilho/DFotos/Mundo Press