Reinaldo Varela acelera no Rally Dakar 2018 de olho no título dos UTVs
Ao lado do navegador Gustavo Gugelmin, piloto encara o desafio a bordo do Can-Am Maverick X3; Largada será no dia 6 de janeiro em Lima, Peru
Publicada em 22/11/2017.

São Paulo (SP) – De olho no título da categoria para UTVs, Reinaldo Varela acelera no 40º Rally Dakar a bordo do veículo Can-Am Maverick X3. O experiente piloto paulista conta com o navegador catarinense Gustavo Gugelmin no desafio, que tem início no dia 6 de janeiro de 2018 em Lima, capital do Peru.

O roteiro do maior rali do mundo inclui mais de 5 mil quilômetros de trechos cronometrados e também passa pela Bolívia e Argentina, palco da chegada no dia 20 de janeiro em Córdoba. Entre os carros, Varela é bicampeão mundial da modalidade na classe da T2 e possui dois títulos no Rally dos Sertões. O currículo do piloto inclui mais de 360 provas off-road disputadas. Apenas no Rally Dakar, ele soma seis participações. “Mesmo assim a ansiedade é grande para a largada. O Rally Dakar representa o patamar máximo, o desafio mais difícil a ser superado na temporada”, explicou Varela.

Na última participação do piloto, em 2013, ele foi o primeiro brasileiro a completar o Rally Dakar sozinho a bordo de um UTV, o Can-Am Commander. A categoria exclusiva para UTVs ainda não havia sido criada, tanto que os veículos faziam parte da classe T3, uma divisão dos carros. Varela foi grande destaque e finalizou a prova em quarto lugar na T3.

“Foi a primeira vez, em 30 anos de competição, que eu corri sozinho. A experiência foi muito desafiadora e agora estou ainda mais confiante, já que terei o navegador Gustavo Gugelmin ao meu lado. Somos parceiros de longa data, com ótima comunicação nas provas. Temos o veículo, a equipe e a experiência necessárias para brigar pelo pódio. O nosso maior objetivo, sem dúvidas, é o título da categoria para UTVs.”

Outro ponto fundamental é acelerar o Can-Am Maverick X3, o veículo que revolucionou as competições off-road por conta do alto desempenho e durabilidade. “A Can-Am sempre foi a marca de maior referência entre os UTVs e vamos encarar o Rally Dakar com a configuração 2018 do Maverick X3, a qual traz 172HP. Fizemos testes e ajustes finos recentemente em Portugal, onde está sendo preparado pela South Racing, e o UTV tem tudo para andar na ponta”, finalizou o piloto.

Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder global no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos powersports e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as motos aquáticas Sea-Doo, os veículos off-road e roadsters Spyder da Can-Am e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de CA$ 4,2 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 8.700 colaboradores em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPNews


Colete Sea-Doo Freewave traz novas opções de cores
Crédito: Divulgação/Sea-Doo

Colete Sea-Doo Freedom traz novas opções de cores
Crédito: Divulgação/Sea-Doo