Em recuperação, Bárbara Neves adia planos de competir em Portugal
Campeã brasileira estava confirmada no II Enduro Internacional Feminino, dia 12 de novembro, mas optou pelo tratamento no braço esquerdo
Publicada em 1/11/2017.

Goiânia (GO) – Bárbara Neves estava confirmada para representar o Brasil no II Enduro Internacional Feminino, dia 12 de novembro, mas adiou os planos de competir em Portugal. Atual campeã nacional da modalidade, a atleta de 17 anos sofreu uma queda e lesionou o braço esquerdo durante os treinamentos em Goiânia (GO), há três semanas.

“Estou chateada, mas preciso pensar além. Investir no tratamento será fundamental para conquistar um bom desempenho na temporada 2018, quando pretendo defender o título brasileiro e correr na terceira edição do Enduro Internacional Feminino”, disse Bárbara.

A piloto é apontada como um dos principais nomes da nova geração do motociclismo off-road. “É uma situação chata, mas preciso tirar lições de tudo isso. A vontade de acelerar é muito grande, só que não posso ignorar as constatações médicas para colocar em risco a recuperação do meu braço e, por consequência, todos os objetivos que tracei para o futuro no esporte. O momento é de ter paciência e disciplina”, continuou.

O que parecia ser uma queda simples, trouxe consequências sérias para Bárbara, como explica o médico ortopedista Thiago Caixeta. “A atleta sofreu luxação do cotovelo e também uma lesão no ligamento colateral medial, o que compromete a estabilidade da articulação. Ela recebeu atendimento com tratamento adequado, redução da articulação e imobilização.”

Para ajudar na recuperação, Bárbara utiliza uma órtese especialmente desenvolvida para ela, a qual permite os movimentos na motocicleta e o retorno gradual à rotina de treinamentos e competições. A órtese foi produzida pela doutora Érika Andrade, da clínica Parente.

“Por tratar-se de uma atleta de alta demanda funcional, foi confeccionada uma órtese articulada, na qual conseguiremos manter os movimentos de flexão e extensão do cotovelo e ao mesmo tempo restringir o estresse articular”, finalizou Thiago Caixeta.

Goiano de Cross Country – No último domingo (29), Bárbara esteve na quarta etapa do Campeonato Goiano de Cross Country em Aparecida de Goiânia (GO). Além de pontuar e seguir na briga pelo título da classe Feminina, o objetivo foi testar a nova órtese na motocicleta.

“Como a lesão no braço é recente, não estou preparada para competir e fui muito devagar na corrida, sem correr riscos de me machucar ainda mais. A prioridade foi não comprometer toda a recuperação”, explicou. A final do campeonato está marcada para dezembro. “A decisão terá pontuação dobrada e eu estarei bem melhor até lá. Quero voltar à pista para brigar por mais um título da temporada 2017”, concluiu. 

Bárbara Neves conta com o patrocínio de ASW, MR Pró, Zanol Parts e Tribo Jeans.


Bárbara Neves e a doutora Érika Andrade, responsável pela confecção da órtese especialmente desenvolvida para a atleta
Crédito: Divulgação

Em recuperação, Bárbara Neves utiliza órtese especialmente desenvolvida para a atleta
Crédito: Edlena Bernardes