Can-Am Maverick X3 encerra Mineiro de Rally com dobradinha entre os UTVs
Disputado até os quilômetros finais, campeonato aponta Guilherme Cysne como o vencedor da temporada 2017, seguido por Maurício Rocha
Publicada em 17/10/2017.

Belo Horizonte (MG) – O Can-Am Maverick X3 foi o grande campeão entre os UTVs do Mineiro de Rally Baja, encerrado neste fim de semana (14 e 15) em Morada Nova de Minas-MG. A família de veículos pentacampeã do Rally dos Sertões emplacou dobradinha na competição. Guilherme Cysne comemorou o título, seguido por Maurício Rocha.

Após quatro etapas, o Mineiro foi definido apenas nos quilômetros finais. A corrida ainda foi marcada por poeira e muito calor, que bateu os 40 graus. Os competidores completaram 120 quilômetros de percurso no sábado e mais 88 no domingo. “Foi sensacional. Garanti o primeiro título da minha carreira”, contou Cysne, que defende a equipe GP Powersports.

“Trabalho com expedições para quadris e UTVs pelo Brasil e só tinha competido de moto. Sempre quis participar das provas de UTV e o Can-Am Maverick X3 é acima dos padrões. O veículo é muito bem montado, com ótima estrutura e distribuição de peso, e ainda possui suspensão e motor totalmente confiáveis. Eu não tive nenhum tipo de problema, mesmo com o forte calor que castigou pilotos e máquinas”, acrescentou Cysne.

A conquista também representou o primeiro título da GP Powersports, como conta o chefe de equipe Júlio Cabizuca. “Foi uma estreia com chave de ouro. Além do Cysne, competimos com o Célio Brasil (sexto colocado dos UTVs) e os dois utilizaram o Can-Am Maverick X3 100% original de fábrica, apenas com adequações de segurança”, explicou.

Outro destaque na competição foi a Quadrijet Racing/Yoda, do vice-campeão Maurício Rocha. A equipe também confirmou o piloto Gustavo Lapertosa na quinta colocação da tabela. “Foi um ótimo campeonato. Além de disputar o título até o fim, realizamos ações sociais em algumas etapas e nos divertimos muito nos bastidores. Foi uma grande festa”, disse José Roberto Aguilar, da Quadrijet.

“O nosso principal objetivo era fomentar o esporte e cumprimos a meta com sucesso. O Mineiro de Rally Baja estava parado há alguns anos, sem dúvidas voltou com força máxima. Há muitos pilotos migrando para a categoria UTVs e as expectativas para o futuro são ótimas, inclusive com possibilidades de Minas Gerais sediar etapas do Campeonato Brasileiro da modalidade no ano que vem”, antecipou Aguilar. 

Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder global no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos powersports e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as motos aquáticas Sea-Doo, os veículos off-road e roadsters Spyder da Can-Am e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de CA$ 4,2 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 8.700 colaboradores em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPNews
 

 

 


Reinaldo Varela com o UTV Can-Am Maverick X3 de 172HP durante testes em Portugal
Crédito: Divulgação/Divino Fogão Rally Team

Reinaldo Varela (à esquerda) e Adilson Greco Gaspar, da Can-Am, firmam parceria para o Rally Dakar 2018
Crédito: Divulgação/Divino Fogão Rally Team