Enduro da Independência resgata “trilhas da fé” na 35ª edição
Entre Aparecida (SP) e Lavras (MG), evento patrocinado pela Rinaldi inclui 700 quilômetros e quatro dias de desafios; Largada será nesta quarta-feira (6)
Publicada em 4/9/2017.

Bento Gonçalves (RS) – O Enduro da Independência comemora 35 anos nas “trilhas da fé”, de Aparecida (SP) a Lavras (MG). Patrocinado pela Rinaldi, o evento de enduro de regularidade para motocicletas começa nesta quarta-feira (6) e inclui 700 quilômetros de desafios. O roteiro é formado por quatro dias de disputas com pernoites nas cidades mineiras de Itajubá e Três Corações.

Pilotos de 20 Estados brasileiros já estão concentrados no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, base para a largada. O acesso é livre ao público, que nesta terça-feira (5) ainda poderá receber brindes exclusivos da Rinaldi distribuídos pelas promotoras da marca.

Em todos os dias de prova, a equipe da Zanol Parts garantirá suporte completo dos pneus Rinaldi aos competidores. “Estaremos lá para o que precisarem. Levaremos pneus dos modelos SR39, HE40 e RMX35, todos da linha off-road da Rinaldi”, disse o multicampeão e grande incentivador do esporte fora de estrada Felipe Zanol.

Às margens do Rio Paraíba do Sul, onde em 1717 três pescadores encontraram a imagem de Nossa Senhora Aparecida que motivou a famosa história de fé, a cidade de Aparecida é o ponto de partida para o Enduro da Independência. A aventura desbrava a imponente Serra da Mantiqueira e tem percurso em linha até Lavras.

Nas trilhas, o Team Rinaldi será representado pelos pilotos mineiros Rigor Rico e Ripi Galileu. Os irmãos, que fazem parte da elite do Enduro FIM, confirmaram presença na categoria Duplas Graduadas. “O Enduro da Independência é uma prova muito legal, competimos em 2015 e fomos vice-campeões da classe”, lembrou Rico.

“A nossa maior dificuldade é a navegação, mas acredito que vamos nos concentrar e evoluir durante a prova. Temos a vantagem da prática do Enduro FIM, que é pilotar nas trilhas, e o preparo físico está em dia. Isso pode ser um ponto positivo para buscarmos o título”, concluiu o piloto.

“Bombadinho” nos bastidores – Bicampeão brasileiro de Enduro de Regularidade, Emerson Loth “Bombadinho” não irá competir no Enduro da Independência. O piloto do Team Rinaldi era um dos fortes concorrentes ao título da categoria Master, mas fraturou a clavícula há um mês e está em recuperação.

“Foi uma pena. Tive de tomar essa decisão para não comprometer o restante da temporada”, comentou Bombadinho, atual líder do campeonato nacional da modalidade. Mesmo assim, ele não ficará totalmente fora do Enduro da Independência. “Vou participar do evento em uma equipe de apoio pela primeira vez. Vai ser uma forma diferente de acompanhar ao lado dos amigos”, concluiu.

Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2015 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial.  

 

 


Bárbara Neves, do Team Rinaldi, comemora título inédito no Campeonato Brasileiro de Enduro FIM
Crédito: Marcelo Campos/Imagen Sport

Bárbara Neves, do Team Rinaldi, comemora título inédito no Campeonato Brasileiro de Enduro FIM ao lado do pai, Rildo Gonzaga
Crédito: Marcelo Campos/Imagen Sport