Santa Catarina recebe as feras do Campeonato Brasileiro de Motocross
Segunda etapa da competição está marcada para este fim de semana (29 e 30) em São José, com a presença dos pilotos do Team Rinaldi
Publicada em 27/7/2017.

Bento Gonçalves (RS) – A cidade de São José, em Santa Catarina, recebe as feras do Campeonato Brasileiro de Motocross neste fim de semana (29 e 30). Patrocinada pela Rinaldi, a segunda etapa da competição terá como palco a pista do Motódromo Marronzinho, formada por 1600 metros de extensão. As disputas envolvem 10 categorias: MX1, MX2, MX2Jr, MXJr, MX3, MX4, MX5, 230cc, 65cc e 50cc.

O Team Rinaldi está pronto para alinhar no gate e defende liderança com o catarinense Rafael Becker. Atual bicampeão nacional da 50cc, o jovem talento encara novo desafio na classe 65cc e já é destaque. “Treinei bastante, espero fazer uma bela prova. Vou para cima com o objetivo de conseguir mais uma vitória”, garantiu.

A equipe também será representada pelo time Ipiranga Honda Rinaldi IMS, dos pilotos João Pedro Pinho (MX2), Frederico Spagnol (MX2) e Renan Goto “Japinha” (MX2Jr), e por Gabriel Andrigo na MXJr. Eles aceleram com os pneus Rinaldi RMX35, SR39 e HE40, da linha off-road da fábrica gaúcha. As corridas em solo catarinense ainda somam pontos para o campeonato estadual da modalidade.

Campeonato Brasileiro de Motocross
Programação* – 2ª etapa
Local – Motódromo Marronzinho, em São José (SC)

Sábado, 29/7
Das 7h às 7h30 - Vistorias técnicas
Treinos livres:
Das 7h30 às 7h45 – Classes Intermediária 1 e 2 (Campeonato Catarinense)
Das 7h50 às 8h10 – MX3 (Brasileiro / Catarinense)
Das 8h15 às 8h45 – MX2 e MX2Jr (Brasileiro / Catarinense)
Das 8h50 às 9h05 – MX4 e MX5 (Brasileiro / Catarinense)
Das 9h10 às 9h40 – MX1 (Brasileiro / Catarinense)
Das 9h45 às 10h – 65cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 10h05 às 10h20 – 230cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 10h25 às 10h40 – 50cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 10h45 às 11h05 – MXJR (Brasileiro / Catarinense)
Treinos cronometrados:
Das 12h às 12h15 – Intermediária 1 e 2 (Catarinense)
Das 12h20 às 12h40 – MX3 (Brasileiro / Catarinense)
Das 12h45 às 13h15 – MX2 e MX2Jr (Brasileiro / Catarinense)
Das 13h20 às 13h35 – MX4 e MX5 (Brasileiro / Catarinense)
Das 13h40 às 14h10 – MX1 (Brasileiro / Catarinense)
Das 14h15 às 14h30 – 65cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 14h35 às 14h50 – 230cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 14h55 às 15h10 – 50cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 15h15 às 15h35 – MXJr (Brasileiro / Catarinense)
Provas:
16:10 – 230cc (Brasileiro / Catarinense) – 15 minutos + 2 voltas
16h50 – MX3 (Brasileiro / Catarinense) – 20 minutos + 2 voltas
17h30 – 50cc (Brasileiro / Catarinense) – 15 minutos + 2 voltas
17h50 – Pódio das categorias 230cc, MX3 e 50cc

Domingo, 30/7
Warm up:
Das 7h30 às 7h45 – Intermediaria 1 e 2 (Catarinense)
Das 7h50 às 8h05 – MXJR (Brasileiro / Catarinense)
Das 8h10 às 8h25 – MX4 e MX5 (Brasileiro / Catarinense)
Das 8h30 às 8h50 – MX2 e MX2JR (Brasileiro / Catarinense)
Das 8h55 às 9h10 – 65cc (Brasileiro / Catarinense)
Das 9h15 às 9h35 – MX1 (Brasileiro / Catarinense)
Provas:
10h – MXJR (Brasileiro / Catarinense) – 20 minutos + 2 voltas
10h35 – MX4 e MX5 (Brasileiro / Catarinense) – 15 minutos + 2 voltas
11h – Pódio das categorias MXJR, MX4 e MX5 (Brasileiro / MX Catarinense)
12h – MX2 e MX2JR (Brasileiro / Catarinense) – 1ª bateria – 30 minutos + 2 voltas
12h50 – MX1(Brasileiro / Catarinense) – 1ª bateria – 30 minutos + 2 voltas
13h40 – 65cc (Brasileiro / Catarinense) – 15 minutos + 2 voltas
14h10 – Intermediaria 1 e 2 (Catarinense) – 15 minutos + 2 voltas
14h40 – Pódio da categoria 65cc (Brasileiro / Catarinense)
15h – MX2 e MX2JR (Brasileiro / Catarinense) – 2ª bateria – 30 minutos + 2 voltas
16h – MX1(Brasileiro / Catarinense) – 2ª bateria – 30 minutos + 2 voltas
16h45 – Pódio das categorias MX1, MX2 e MX2JR (Brasileiro / Catarinense)

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2015 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial

 


Ricardo Martins com os pneus Rinaldi HE42 no Rally dos Sertões 2017
Crédito: Vinícius Branca/Fotop

Ricardo Martins com os pneus Rinaldi HE42 no Rally dos Sertões 2017
Crédito: Victor Eleutério/Fotop