Brasileiro de Enduro FIM – Luís Oliveira é o mais rápido em Paraopeba (MG)
Português amplia vantagem na primeira posição das classes Enduro GP e E1 após a quinta etapa
Publicada em 16/7/2017.

Paraopeba (MG) – Estreante no calendário, Paraopeba (MG) entrou para a história do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. A quinta etapa terminou neste domingo (16) e contou com forte presença do público e muito empenho dos organizadores. O português Luís Oliveira foi o vencedor após os dois dias de disputas, ampliando vantagem na primeira colocação das classes Enduro GP, que reúne os mais rápidos da competição, e E1. 

“Foi um fim de semana difícil para mim, mas vou para casa com a sensação de objetivo cumprido. O resultado é muito importante para continuar na luta pelo campeonato”, disse Oliveira, da Honda Racing. O capixaba Bruno Crivilin chegou perto da vitória na Enduro GP em Paraopeba, mas uma queda na última volta teve preço alto. “Foi uma prova que elevou ainda mais o nível do Brasileiro, com chão duro e altas velocidades. Andei bem, mas não foi o suficiente para vencer e o Luis mereceu”, declarou o piloto da KTM Orange BH.

Maurício Brandão, diretor de Enduro FIM da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), elogiou o empenho da equipe Kalango de Xuteiras, responsável pela organização local. “Estou impressionado com o envolvimento. A Kalango ainda envolveu autoridades, a paróquia, os fãs das motos, o pessoal do mountain bike, enfim, a cidade toda para que o evento fosse um sucesso. Todos ajudaram muito e estão de parabéns”, concluiu.

O Brasileiro de Enduro FIM 2017 é patrocinado por Rinaldi e conta com o apoio de MRPRO Braces, ASW, Sacramento Motorsports, Orange BH, Zanol Parts e Edgers.

Resultados - 5ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM
Enduro GP
1 – Luís Oliveira
2 – Júlio Ferreira
3 – Bruno Crivilin
4 – Rômulo Bottrel
5 – Loandro Anton

E1
1 – Luís Oliveira
2 – Loandro Anton
3 – Victor Miranda

E2
1 – Bruno Crivilin
2 – Júlio Ferreira
3 – Diego Colett

E3
1 – Rômulo Bottrel
2 – Gustavo Pellin
3 – Rigor Rico

EJúnior
1 – Vinícius Calafati
2 – Willian Dalmonech
3 – Gabriel Soares “Tomate”

E4 
1 – Bruno Martins
2 – Jaime Zorzal Júnior
3 – Bárbara Neves

E35
1 – Nielsen Bueno
2 – Diogo de Andrade
3 – Luiz Carlos Pereira

E40
1 – Beto Lamego
2 – Frederico Garcia
3 – Luciano de Lima

E45
1 – Pélmio Simões
2 – Laurindo Zatorski Filho
3 – Marcos Benvenutti

E50
1 – Jirius Abboud
2 – Roberto Theodoro
3 – Gustavo Jacob

EAmador
1 – Augusto Benvenutti
2 – Sidei Chaves
3 – Uliam Bunetta

Classificação do campeonato após cinco etapas
Enduro GP
1 – Luís Oliveira – 236 pontos
2 – Júlio Ferreira – 177
3 – Bruno Crivilin – 176
4 – Rômulo Bottrel – 168
5 – Gustavo Pellin – 129

E1
1 – Luís Oliveira – 250
2 – Loandro Anton – 194
3 – Patrik Capila – 152

E2
1 – Júlio Ferreira – 223
2 – Diego Colett – 200
3 – Bruno Crivilin – 188

E3
1 – Rômulo Bottrel –233
2 – Gustavo Pellin – 227
3 – Rigor Rico – 160

EJúnior
1 – Gabriel Soares “Tomate” – 195
2 – Vinícius Calafati – 192
3 – Willian Dalmonech – 190

E4 
1 – Jaime Zorzal Júnior – 215
2 – Thiago Wernersbach – 213
3 – Bruno Martins – 100

E35
1 – Nielsen Bueno – 245
2 – Diogo de Andrade – 182
3 – Anderson Vieira – 113

E40
1 – Cassiano Tebaldi – 182
2 – Luciano de Lima –166
3 – Beto Lamego – 90

E45
1 – Pélmio Simões – 230
2 – Marcos Benvenutti – 190
3 – Laurindo Zatorski Filho – 173

E50
1 – Roberto Theodoro – 166
2 – Luiz Carlos de Barros – 82
3 – Cleber Sacramento – 50

EAmador
1 – William Palandi – 200
2 – Augusto Benvenutti – 136
3 – Roberto Theodoro – 54

 


Willian Palandi, líder da classe EAmador no Brasileiro de Enduro FIM
Crédito: Mundo Press

Augusto Benvenutti, vice-líder da classe EAmador no Brasileiro de Enduro FIM
Crédito: Fred Mancini/Mundo Press