Team Rinaldi acelera no Minas Riders e no Brasileiro de Velocross
Equipe da fábrica gaúcha de pneus encara desafio internacional de Hard Enduro em MG e vai ao MS defender liderança no velocross
Publicada em 19/5/2017.

Bento Gonçalves (RS) – O Team Rinaldi encara dois desafios importantes no calendário do motociclismo off-road. A equipe da fábrica gaúcha de pneus está em ação no Minas Riders, prova internacional de Hard Enduro que desbrava as trilhas mais difíceis de Minas Gerais até domingo (21). No Brasileiro de Velocross, o time encara a terceira etapa, marcada para este fim de semana (20 e 21) em Sete Quedas, Mato Grosso do Sul. Confira os detalhes:

Minas Riders – Pelo segundo ano consecutivo, o Minas Riders coloca o Brasil na rota dos principais eventos de Hard Enduro e traz a elite da modalidade. Rigor Rico representa o Team Rinaldi entre as feras da categoria principal, a Gold, enquanto Ronald Santi acelera pela Bronze. Os mineiros utilizam os pneus Rinaldi HE40, da linha off-road.

Depois do prólogo em Ouro Preto, as disputas tiveram início nesta quinta-feira (18) e incluem roteiro de quase 600 quilômetros pelos caminhos e obstáculos mais extremos. A chegada será neste domingo (21) em Honório Bicalho, distrito de Nova Lima (MG). “O Hard Enduro está crescendo no país e é uma modalidade que eu levo muito a sério”, disse Rico, que está literalmente em casa. O pernoite desta sexta-feira é na cidade onde ele mora, Barão de Cocais.

“Estou muito feliz por estar na minha cidade e contar com a torcida da galera. O objetivo é tentar completar a prova na categoria mais difícil do mundo, ao lado dos melhores pilotos. A prova está muito dura, mas está sendo importantíssima para a minha evolução como piloto”, concluiu Rigor Rico. A Gold traz feras como o espanhol Alfredo Gomez, vencedor do Minas Riders em 2016, os ingleses Graham Jarvis e Paul Bolton e o norte-americano Cody Webb.

Brasileiro de Velocross – A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross promete grandes pegas na pista do motoclube da cidade de Sete Quedas (MS). A prova ainda é válida pela abertura da competição estadual da modalidade. O Team Rinaldi será representado pelos irmãos Lucas e Maiara Basso, que separaram os pneus SR39 e HE40 para o desafio.

“As expectativas são ótimas, treinei bastante e gosto da pista de Sete Quedas. O circuito tem chão arenoso e exige bastante dos pilotos. Estou bem confiante, espero conseguir mais um bom resultado para o Team Rinaldi”, disse a competidora, confirmada na VX3 e na corrida da VXF válida pelo campeonato estadual da modalidade.

Já Lucas Basso acelera nas corridas da VXPró e da VX2. Atual campeão nacional da VXPró, ele ocupa a quinta colocação da tabela nas duas categorias. 

Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes. 


A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial

 

 


Vinícius Luis da Silva, o Musa, piloto de Enduro do Team Rinaldi
Crédito: Café Fotos/Mundo Press

Rigor Rico, piloto de Enduro do Team Rinaldi
Crédito: Café Fotos/Mundo Press