Brasileiro de Rally Baja – UTVs são maioria no grid em Ilha Comprida (SP)
A bordo do Can-Am Maverick X3 X RS, Irmãos Rodrigo e Bruno Varela e o piloto Deninho Casarini, atual campeão do Rally da Ilha, estão de olho na vitória
Publicada em 23/3/2017.

São Paulo (SP) – O 10º Rally da Ilha vai movimentar o fim de semana (25 e 26) na cidade de Ilha Comprida, litoral sul de São Paulo. A prova é válida pela terceira e quarta etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e tem 55 veículos inscritos até o momento. Os UTVs são maioria no grid, com 33 representantes, seguidos pelas motos (17 inscritos) e os quadriciclos (cinco).

A bordo do novo Can-Am Maverick X3 X RS, Rodrigo Varela está na liderança na competição nacional, seguido pelo irmão Bruno. A dupla foi protagonista na abertura do Brasileiro, realizada há duas semanas em Barretos (SP), ao lado do lançamento da Can-Am – que ocupou os quatro primeiros lugares da classificação geral, resultado histórico para os UTVs. “A gente não precisou fazer nada nos veículos desde a prova de Barretos, apenas a manutenção básica mesmo”, contou Rodrigo Varela, que completa 26 anos no sábado.

“Espero que a gente coloque os Maverick X3 X RS no topo do pódio novamente e eu ganhe a vitória de aniversário”, continuou. Apesar de participar das comemorações em família, Bruno Varela promete empenho máximo. “Estou ansioso para acelerar o máximo no Rally da Ilha e buscar o primeiro lugar. Prefiro que a briga fique dentro da família, mas todo mundo quer ganhar”, avisou o irmão caçula, com bom humor.

Outro destaque é o piloto Deninho Casarini, que defende o título dos UTVs no Rally da Ilha. “Eu costumo andar bem em Ilha Comprida, que é marcada por terreno arenoso e altas velocidades. Como a prova completa algumas voltas no mesmo circuito, costumo memorizar o caminho para andar no limite. O carro está 100%, o Can-Am Maverick X3 X RS é indiscutivelmente superior.”

Parcerias e ações sociais – A Can-Am ainda está presente no Rally da Ilha como patrocinadora. O investimento nas provas da Arena Enduro, organizadora do evento, existe desde 2014. “Focamos nas etapas que fazem parte do Campeonato Brasileiro e o patrocínio é fundamental para o desenvolvimento do esporte, ainda mais em uma época em que poucos eventos têm apoio de fábricas”, lembrou Adilson Greco Gaspar, coordenador de PAC (Peças, Assessórios e Vestuário) e Marketing para a América Latina da BRP Brasil, responsável pela Can-Am. 

“Os nossos veículos têm forte presença nas provas, que atraem pilotos e equipes que exigem sempre o melhor desempenho, dirigibilidade e inovação. De quebra, a comunidade local é beneficiada pelas ações sociais paralelas aos eventos, além da movimentação que as provas geram nas cidades – por meio da criação de empregos e do aumento do comércio e do turismo locais”, continuou Gaspar.

No Rally da Ilha, as ações sociais irão beneficiar os alunos de 4 a 11 anos da Escola de Pedrinhas, que possui cerca de 95 alunos. O projeto Ideia Fixa conta com o apoio da Can-Am e será o responsável pela visita, marcada para as 9h30 desta sexta-feira (24). Na ocasião, os voluntários entregarão kits e livros para as crianças, além de oferecer muita conversa e carinho.

Programação* – Rally da Ilha 2017
Local – Arena de Eventos de Ilha Comprida (próxima ao Corpo de Bombeiros)

Sábado (25/3)
8h – Briefing
10h – Prólogo com 3 km, para definir as posições de largada
13h – Largada (Deslocamento inicial - 2 Km / Trecho cronometrado - duas voltas de 51 Km / Deslocamento final - 30Km)
19h30 – Briefing

Domingo (26/3)
9h – Largada (Deslocamento inicial - 2 Km / Trecho cronometrado - duas voltas de 64 Km / Deslocamento final - 43 Km)
15h – Premiação

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder mundial no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e comercialização de veículos e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos todo-o-terreno e side-by-side Can-Am, os roadsters Can-Am Spyder, os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de mais de CA$ 3,8 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 7.900 funcionários em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPNews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Spyder, Defender, Maverick, X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais são de propriedade de seus respectivos proprietários.


Reinaldo Varela (à direita) e Gustavo Gugelmin comemoram título dos UTVs no Rally Dakar a bordo do Can-Am Maverick X3
Crédito: Victor Eleuterio/photosdakar.com

Reinaldo Varela comemora título dos UTVs no Rally Dakar a bordo do Can-Am Maverick X3
Crédito: Victor Eleuterio/photosdakar.com