Repórter fotográfico roda 5.823 km de moto no Rally dos Sertões
Idário Café cobriu o maior rali do país a bordo de uma Honda Transalp XV 700, de São Luís (MA) a Fortaleza (CE)
Publicada em 29/8/2012.

Fortaleza (CE) – O repórter fotográfico Idário Café cobriu a 20ª edição do Rally dos Sertões sob um ângulo diferente. A bordo de uma motocicleta Honda Transalp XV 700, ele rodou 5.823 quilômetros entre São Luís (MA) e Fortaleza (CE) nos últimos 10 dias para registrar as melhores imagens da prova. “Sabia que seria duro e cansativo, mas eu e a motocicleta conseguimos transpor o desafio e chegar com muita segurança”, contou Café, ainda na capital cearense, que foi palco da chegada do evento nesta terça-feira.

Esta foi a quarta vez que Café encarou a cobertura sobre duas rodas, mas possui em seu currículo 15 idas ao Rally dos Sertões como profissional de imprensa. “Pude perceber que a pobreza não deixou de existir no interior do país, mas por conta da informação não existe mais comunidades tão isoladas. Qualquer casa, por mais humilde, tem uma antena parabólica”, contou o fotógrafo, que cumpriu entre 500 e 600 quilômetros diariamente.

“A hospitalidade das pessoas no rali é incrível, tanto dos participantes quanto da população. Todos me ofereceram ajuda, perguntaram se eu precisava de algo por conta dos desafios de estar de moto”, continuou. Um dos que auxiliaram o repórter fotográfico foi o piloto de motocicleta Felipe Zanol, nada menos que o campeão da edição 2012. “Somos amigos e conversamos diariamente durante a prova. Ele me deu muitas dicas de posicionamento e de alongamento, coisas que usa nas provas, para cansar menos na pilotagem.”

Além de muitas histórias para contar, Café produziu um material exclusivo sobre a prova e agora o momento é de editar as fotos. “A proposta foi atingida com sucesso. Consegui acompanhar todas as especiais e as fotografias ficaram 110%, estou muito satisfeito.”

Equipamento de ponta - Idário Café ficou muito bem impressionado com a motocicleta Honda Transalp XV 700, que surpreendentemente não precisou de qualquer manutenção durante o longo caminho. “Apenas em Bom Jesus (PI) que eu troquei o filtro de ar por precaução, já que não era necessário. Não precisei trocar os pneus Metzeler e nem o óleo Mobil, que não baixou nem um pouco. Além dos equipamentos e materiais de ponta, o fato de haver concessionárias Honda por todo o percurso me deixou ainda mais tranquilo para a viagem. Hoje sei que posso ir com a Transalp para qualquer canto do planeta”, concluiu.

Curiosidades e números do percurso, por Idário Café:

Distância total percorrida – 5.823 km
Combustível consumido – 210 litros de gasolina
Hotel mais caro – R$ 75,00, em Barreirinhas (MA)
Hotel mais barato – R$ 22,00 em Iguatu (CE), com TV, Internet sem fio e frigobar no quarto; o banheiro era coletivo
Gasolina mais cara – R$ 3,15 o litro, em Campo Alegre de Lourdes (PI)

A cobertura de Idário Café no Sertões 2012 teve o patrocínio de Honda do Brasil, Mobil, Metzeler, ASW e apoio de Kenny, Shefa, Bike Box e Radiocom.


Idário Café realiza exposição sobre o Rally Dakar 2014 na Adventure Sports Fair
Crédito: Idário Café

Idário Café realiza exposição sobre o Rally Dakar 2014 na Adventure Sports Fair
Crédito: Idário Café